terça-feira, março 12, 2013

Só 1 Minuto 12# - O Tarot


quinta-feira, março 07, 2013

Sorte

Gelam-se as mãos
Mas não meu peito.
Adormece-se meu corpo
Mas não meu leito.
Sou feliz como mereço
nesta vida do “vamos indo”.
Já só quero e nunca peço,
Queixo levantado.
Vivo sorrindo.

Realizei em tempo de calma,
O tempo que fiz com cuidado.
Guardo o melhor na alma,
E o pior em outro lado.

Mais dias virão.
Algo está para mudar.

Uma nova canção,
Que me fará cantarolar.

Porque desafino,
Posso não cumprir.
Mas alegre será,
Fazer todos sorrir.

Não espero!
Fartei-me do tempo a fugir.
Também não me revolto,
Ainda não estou a cair.

Não estou sentado,
Com medo de ficar demente.
Estou de pé
Embora com alma dormente.

Calem-se as bocas
Fechem-se as miragens.
Não são as vozes roucas
Que me ditarão as margens.

De olhos abertos.
De ouvidos bem tapados.
Ciente que fui e que ainda sou.
Estou pronto de punhos fechados
Para enfrentar a sorte que me tocou.